NOTÍCIAS

 
Plano odontológico especial para PMs e BMs é só na ASPRA - PE
31/08/2015 12:14

Preocupada com a saúde bucal dos policiais e bombeiros militares e de seus familiares, a Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA-PE) acaba de fechar parceria com um dos melhores planos odontológicos do estado: a Ortoclin. Apenas R$ 17,00 por pessoa, sem carência para quem adquirir nos próximos 60 dias. Após esse prazo, carência reduzida.

 

O Ortoclin é aceito em todo o estado de Pernambuco e tem uma ampla rede credenciada. Podem usufruir desse serviço, PMs, BMs que sejam associados da ASPRA-PE e seus dependentes (mesmo maiores de idade). Não perca tempo! Ligue agora para a Associação e aproveite a oportunidade para cuidar da sua saúde bucal e da sua família.

 

Informações: Recife - (81) 3221-0374 ou (81) 3314 – 0374. Petrolina - (87) 3031-8185.-pe/

Governo não respeita a tropa: PMs do Sertão estão sem receber diárias há quatro meses
31/08/2015 23:01

Os policiais militares estão cada vez mais insatisfeitos e revoltados com o desrespeito por parte do Governo do Estado. Principalmente, os que abandonam seus lares na Capital e estão lotados no Gati, Ciosac, Programa Reflorestar e Polígono do Sertão. Ele estão sem receber diárias há quatro meses. A denúncia foi encaminhada a Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA-PE).  Esses PMs são os que garantem a segurança no sertão pernambucano, especialmente no combate ao tráfico de drogas.

A situação vivida pelo efetivo é considerada crítica. Longe de casa e da família, sem condições de se manterem, apareceram diversas dificuldades na manutenção das suas contas pessoais. Enquanto isso, diariamente, o Estado cobra o cumprimento das metas, usando na mídia o carro-chefe (PACTO PELA VIDA), combatendo e diminuindo a criminalidade do Estado,  sem valorizar os profissionais de segurança que arriscam suas vidas em cada missão.

A categoria clama por uma atitude, inclusive medidas judiciais contra o estado. A ASPRA – PE deve tomar as providências cabíveis e entrar em contato com as autoridades competentes. Num momento de tamanha fragilidade que a tropa está, a falta de pagamento das diárias é mais um, dentre os inúmeros problemas que a categoria vem enfrentando e que resulta na total falta de estímulo para o trabalho.

Militares Evangélicos realizam eventos para a união da tropa
23/08/2015 10:06

Um outro lado dos PMs e BMs que ninguém mostra. Nas mãos, uma arma que não atira, uma espada que não perfura mas que defende a todos nós dos inimigos: a Bíblia Sagrada. A União dos Evangélicos da Polícia e Corpo de Bombeiros Militar realizou no sábado (22.08) um Louvorzão com a presença de diversos cantores gospel e presidido pelo Cel. Eduardo Pereira.  

O presidente da Associação de Praças de Pernambuco, Roberto Vieira, prestigiou o evento que também contou com a presença do Comandante da Polícia Militar, o Deputado Joel da Harpa. Lembrando que entre os dias 29 de outubro e 01 de novembro, acontece o XVII Congresso Nacional da UMCEB (União dos Militares Cristãos Evangélicos do Brasil). Será no Acampamento Manaaim em Vitória de Santo Antão. Informações: 3224-4767.   

Saiu no Blog do Jamildo: Em nota oficial, PMs respondem a secretário de defesa social
08/08/2015 18:40

A nota divulgada pela Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA-PE) questionando as declarações do Secretário de Defesa Social foi publicada, na íntegra, no Blog do Jamildo.

 

Confira:

blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/2015/08/07/em-nota-oficial-pms-respondem-a-secretario-de-defesa-social/

ASSOCIADO DA ASPRA – PE QUITA DÍVIDAS DO CARTÃO BNL E GARANTE INDENIZAÇÃO
08/08/2015 18:38

Ficou livre das dívidas e ainda ganhou uma pequena indenização. O policial militar Ailton Gomes de Andrade só tem motivos para comemorar desde que procurou a Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA-PE) para resolver pendências dos cartões BNL e BNG. Com o apoio da Dra. Julianne Bezerra e demais integrantes do Corpo Jurídico da entidade, ele conseguiu um acordo judicial que garantiu a quitação dos débitos com os cartões e ainda uma quantia em dinheiro.

Siga o exemplo do nosso associado. Se você tem pendências com os cartões BNL e BGN (atual Itaú), não perca a oportunidade e procure a ASPRA – PE. Seja você associado ou não, compareça a sede da entidade com o nome do titular do cartão, número do cartão, CPF e identidade. A Associação funciona de segunda à sexta e não fecha no horário de almoço. O endereço Rua Jornalista Paulo Bittencourt, N° 31 - Salas 101 e 102, Derby - Recife/PE. Fones: (81) 3221-0374 ou (81) 3314 – 0374.

Saiu no Blog do Jamildo: PMs do Sertão reclamam que estão sem receber diárias há quatro meses

02/09/2015 16:10

 

http://blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/2015/09/01/pms-do-sertao-reclamam-que-estao-sem-receber-diarias-ha-quatro-meses/

 

 

combate à violência

 

PMs do Sertão reclamam que estão sem receber diárias há quatro meses

Publicado em 01/09/2015 às 14:45 por jamildo em Notícias

José Roberto Vieira, da Aspra-PE, diz ao Blog de Jamildo que os policiais militares estão cada vez mais insatisfeitos e revoltados com o desrespeito por parte do Governo do Estado. Ele cita principalmente, os policiais que abandonam seus lares na Capital e estão lotados no Gati, Ciosac, Programa Reflorestar e Polígono do Sertão.

‘Ele estão sem receber diárias há quatro meses. A denúncia foi encaminhada a Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA-PE). Esses PMs são os que garantem a segurança no sertão pernambucano, especialmente no combate ao tráfico de drogas”.

“A situação vivida pelo efetivo é considerada crítica. Longe de casa e da família, sem condições de se manterem, apareceram diversas dificuldades na manutenção das suas contas pessoais. Enquanto isso, diariamente, o Estado cobra o cumprimento das metas, usando na mídia o carro-chefe (PACTO PELA VIDA), combatendo e diminuindo a criminalidade do Estado, sem valorizar os profissionais de segurança que arriscam suas vidas em cada missão.”

“A categoria clama por uma atitude, inclusive medidas judiciais contra o estado. A ASPRA –PE deve tomar as providências cabíveis e entrar em contato com as autoridades competentes. Num momento de tamanha fragilidade que a tropa está, a falta de pagamento das diárias é mais um, dentre os inúmeros problemas que a categoria vem enfrentando e que resulta na total falta de estímulo para o trabalho”.

 

novas instalações do CIODS

Já o governador Paulo Câmara inaugurou, nesta terça-feira (1°), às 7h, a nova estrutura do Centro Integrado de Operações de Defesa Social (CIODS), que realiza a coordenação dos meios operacionais dos Órgãos Operativos da Secretaria de Defesa Social (SDS); polícias Militar e Civil; Corpo de Bombeiros e Instituto de Criminalística. O investimento foi de R$ 1,8 milhão, comn recursos do Governo Federal.

Segundo a SDS, o CIODS foi estruturado para fazer parte do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), que também atua na execução de grandes eventos. Além de ter acesso ao monitoramento das prefeituras, a central, que funciona no bairro de São José, dispõe de 900 câmeras nos municípios do Recife, Olinda, Caruaru e Petrolina.

Querem apenas o cumprimento das metas
31/08/2015 22:06

A Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA – PE) está preocupada com a com o atual modelo de política de segurança pública,  onde o essencial são os objetivos, as famosas metas, em detrimento as pessoas e sem respeito a identidade institucional. As pessoas foram colocadas em último plano,  pois a única coisa que interessa é bater meta e por mais alucinante que pareça. 

A dignidade e o respeito aos seres humanos não fazem parte da meta. Pegam cidadãos comuns, treinam por apenas quatro meses e os jogam nas ruas como super heróis. Faltam condições de trabalho e falta a devida assistência à saúde do policial, cuja profissão é uma das mais estressantes do mundo. Damos nossas vidas em defesa da população mas quem nos defende?

Não temos assistência psicológica. O Governo que atingir meta de qualquer jeito, pressionam os comandantes que pressionam a base. Será que precisaremos ter novas tragédias para que o Governo desperte para a necessidade de mudanças na Segurança Pública? As escalas de serviço são abusivas, o efetivo é reduzido, o que põe em risco a integridade dos PMs durante as abordagens.

Não há sensibilidade para o material humano. E, infelizmente, ninguém sai em defesa do profissional. Cadê os direitos humanos nesse momento? A ASPRA – PE, nesta tragédia do dia a dia que estamos vivenciando,  vem a confirmar o preço de nossa ganância. Esperamos que os responsáveis internamente por este processo de desmantelamento de nossa Polícia Militar  durmam em paz com vossas consciências.

Culto da União dos Evangélicos da Polícia Militar de Pernambuco
16/08/2015 22:39

Atendendo ao convite da União dos Evangélicos da Polícia Militar de Pernambuco, o presidente da Associação de Praças (ASPRA-PE), José Roberto Vieira, prestigiou um grande culto realizado no dia 15 de agosto, na Igreja Batista de Jaboatão, dirigida pelo apóstolo Davi Farias. A direção do culto foi Pastor Sargento Holmes e Sargento Sávio e teve a participação de militares do Exército e Aeronáutica.

A ASPRA – PE aproveita a oportunidade para convidar a todos os policiais e bombeiros militares, familiares e amigos para participarem do louvorzão que será realizado dia 22 de agosto, às 19h, no Clube dos Oficiais. O evento será em homenagem ao dia do soldado e aos 190 anos da PMPE.

Nota da Secretaria de Defesa Social
11/08/2015 20:43

Secretário de Defesa Social, diz que não mencionou os policiais e bombeiros militares de Pernambuco em sua entrevista, sobre o aumento da criminalidade no Pacto pela Vida em Pernambuco.

 

segundo o secretário a nota divulgada foi esta abaixo:

A Secretaria de Defesa Social (SDS) não vê qualquer ilegalidade no Programa Jornada Extra de Segurança, o PJES, criado através do decreto Nº 21.858, de 25 de novembro de 1999. A SDS ainda reitera que a não adesão da PCPE ao PJES para pressionar o Estado a conceder aumento salarial - no atual momento em que há vedação legal pela Lei de Responsabilidade Fiscal -, com a consequente redução da prestação de serviços da Polícia Civil, é uma variante relevante no aumento de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em julho.

Além da entrega dos PJES, os movimentos liderados pela Associação dos Delegados e pelo Sindicato dos Policiais Civis está realizando uma operação padrão, efetuando a formalização de procedimentos policiais numa velocidade menor que a normal, para reter viaturas da Polícia Militar por mais tempo nas delegacias e assim reduzir a presença do policiamento ostensivo nas ruas.

 

Centro Integrado de Comunicação – Cicom/SDS

 

Nota da Assessoria de Imprensa da SDS

Entidades representativas apresentam proposta de reestruturação de carreira
11/08/2015 20:31

Aconteceu mais uma reunião do Fórum Permanente de Debates dos Recursos Humanos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar. Na ocasião, as entidades representativas dos PMs e BMs apresentaram uma proposta de reestruturação das carreiras. Dentre as sugestões: instituir a entrada única com a carreira do profissional da área de segurança pública, a partir do curso de formação de praças; instituir o quadro de oficiais e o quadro de praças com a extinção do quadro organizacional.

 

E ainda a realização de ações imediatas para promover todos os majores com mais de 23 anos de efetivo serviço, capitães com mais de 20 anos de efetivo serviço, cabos que tenham mais de 20 anos de efetivo serviço e todos os soldados com mais de oito anos. Além de abrir concurso, antes da implantação, para CFP – BM, CFO – PM/BM, Soldado BM. Participaram da reunião, a Associação de Praças (ASPRA – PE), Associação de Cabos e Soldados (ACS – PE), Associação dos Militares Estaduais (AME – PE) e Associação dos Bombeiros (ABM-PE). E ainda: Os oficiais da SDS, Cel Aldo e Cel. Francisco, além do Cel Raul da PMPE, Júlio Jonas da Secretaria de Administração (SAD).  

 

A próxima reunião do Fórum deve acontecer no dia 05 de outubro. O presidente da ASPRA – PE, José Roberto Vieira, garante está preocupado com o andamento das discussões. As reuniões acontecem apenas a cada dois meses, o que dificulta a agilidade das respostas. Afinal, PMs e BMs têm pressa pois há anos lutam pelo Plano de Cargos e Carreiras, mudanças do Código, sem contar o aumento de salário. São muitas as demandas a serem resolvidas. Portanto, a meta da ASPRA – PE é que as reuniões passem pelo menos a serem mensais e que haja prioridade em alguns pleitos. A tropa não aguenta mais esperar.

Hospital da PM é tema de nova reunião de grupo de trabalho criado pela Secretaria de Administração
09/08/2015 23:32

O presidente da Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA-PE), José Roberto Vieira, e o diretor Luciano Falcão são incansáveis na luta por melhorias para o Hospital da PMPE. Na sexta-feira (07.08), eles estiveram na Secretaria de Administração (SAD) para participar de nova reunião sobre o CMH. A ASPRA – PE integra um grupo de trabalho composto por integrantes da ASPRA-PE, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, Sindicato dos Servidores Civis e da SAD.

Na ocasião, o Chefe da Diretoria de Saúde, Coronel Médio Giovani falou mais uma vez sobre a situação do CMH, o qual atualmente vem tendo queda na verba repassada pelo Governo do Estado. A meta é criar uma alternativa para resolver a crise do hospital. Segundo ele, não há recursos financeiros para cobrir os gastos com a rede credenciada, os pacientes (PMS e BMs ou familiares) serão encaminhados para o SUS. A direção do hospital está diminuindo o número de consultas e de cirurgias. Falta também recursos humanos.

Participaram da reunião, o Chefe da DGA, Coronel Gilmar; o Chefe da Diretoria de Saúde, Coronel Médico Giovani;  a secretária Executiva de Pessoal e Relações Institucionais, Marília Lins; a gerente Geral de Gestão por Competência e Desenvolvimento de Carreira, Heliane Lima: a gerente de Atenção ao Servidor, Dilma Santos; a Gestora Governamental, Daniela Dominoni, e as representantes do Sindicato dos Servidores Civis da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, Edite e Edilene.    

Toda a situação financeira do CMH deverá ser avaliada, detalhadamente, numa próxima reunião marcada para o dia 12, através de apresentação a ser realizada pela pessoa da Major Eva. O grupo de trabalho tem como um dos objetivos tentar salvar o Hospital da PM. A primeira reunião aconteceu no mês de julho.

ASPRA – PE RESPONDE ÀS DECLARAÇÕES DO SECRETÁRIO DE DEFESA SOCIAL
07/08/2015 15:57

A Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA-PE) está impressionada com as declarações do secretário de Defesa Social o qual atribui o crescimento do número de homicídios em Pernambuco, à decisão dos policiais civis e militares de estarem se recusando a participar do programa de “jornada extra”.  Em respeito à sociedade pernambucana, é preciso esclarecer os fatos.

As declarações do secretário foram, no mínimo, equivocadas. Até o momento, nenhum policial militar abandonou o programa de jornada extra, mais conhecido como PJEs. Ameaçaram mas não fizeram. Pelo contrário, continuam sofrendo, vendendo suas horas de folga para garantir a segurança da população. Até porque o PJEs há muito tempo deixou de ser voluntário para ser “voluntório”, ou seja, a tropa é praticamente obrigada a aceitar.

Para quem não sabe, o PJEs é um “bico” institucionalizado, ou seja, uma forma de complementar o salário. O policial ou bombeiro, ao invés de fazerem serviços fora da Corporação, vendem suas folgas para o próprio estado. O PJEs, na verdade, disfarça a carência de efetivo. Como não tem PM ou BM suficientes para colocar nas ruas, os que existem são remanejados.   

Sendo assim, o policial faz, em média, oito serviços de até oito horas ao mês. E os bombeiros, fazem até três serviços de 24 horas. Menos horas de folga, menos tempo com a família, mais risco de vida, mais estresse e problemas de saúde. Por apenas, R$ 120,00 a cada serviço. O acréscimo no salário pode chegar a R$ 960 aos PMs e R$ 360 aos BMs. Mas é um acréscimo temporário. Basta adoecer para perder tudo.

Há anos, a ASPRA – PE luta pelo fim do PJEs pois considera que o programa vem escravizando a tropa. Muito risco e pouco reconhecimento. A verdade é que, desde a última mobilização da categoria, nada do que foi reivindicado pela tropa, foi atendido. Continuamos sem o Plano de Cargos e Carreiras, sem as mudanças do Código Disciplinar, sem o aumento salarial. O Hospital da PM cada vez mais sucateado, sem médicos.

Definitivamente, a falência do Pacto pela Vida não é nossa culpa mas já era prevista. Por erros estratégicos simples e, o principal deles, é que, quando os resultados são positivos, nunca lembram que somos nós os elementos “número 1” no combate ao crime. Nada de elogios. Nada de estímulos. Mas quando os números são negativos, somos nós os culpados de tudo. Ora, secretário! A população pernambucana merece mais respeito. E a tropa também.

ASPRA – PE APÓIA A TROPA QUANTO A SAÍDA DO PJES
06/08/2015 22:21

E a quinta-feira foi marcada pelas especulações sobre a possibilidade dos policiais e bombeiros militares entregarem os PJEs. Mensagens no whatsapp garantiam que todo o efetivo do 11º tinham tomado tal decisão mas, até o momento, tudo não passou de boato. Diante dos fatos, a Associação de Praças de Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco (ASPRA-PE) vem a público informar que, qualquer que seja a decisão da tropa, a Entidade dará o total apoio.

 

Não é de hoje que a ASPRA - PE defende a idéia da tropa entregar o PJEs. Afinal, vendemos nossa hora de folga e arriscamos nossas vidas por muito pouco. A Diretoria da ASPRA – PE está triste e indignada com a falta de valorização ao trabalho do policial e bombeiro militar. Não podemos desistir de lutar. Portanto, se a tropa acha que a solução será a entrega do PJEs, faça de imediato. Todos, ao mesmo tempo. Lembrem: nossa união, nossa força. Diga não a escravidão. Diga não ao PJES.

Começa a construção de um modelo para a Lei de Promoções
22/07/2015 22:32

Aconteceu na tarde de hoje (22.07), a segunda rodada de discussões do Fórum Permanente de Debates dos Recursos Humanos da PM e do CBM. A Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA – PE) participou do evento, sendo representada pelo presidente José Roberto Vieira e os diretores Luciano Falcão e Subtenente Ricardo. Na ocasião, foi dado início a construção da nova Lei de Promoções/Plano de Cargos e Carreiras. Para agilizar a construção do documento, os líderes das entidades representativas farão novas reuniões para avaliar o que já existe e acrescentar novas idéias. A expectativa é que na terceira rodada do Fórum (marcada para o dia 10.08), o material esteja pronto para ser apresentado ao Governo.

ASSOCIAÇÃO TEM REUNIÃO SOBRE O HOSPITAL DA PMPE
09/07/2015 16:09

A Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA – PE) é incansável na luta pelo Hospital da Polícia Militar. O presidente José Roberto Vieira participou de reunião na Secretaria de Administração sobre a crise do CMH, onde foram abordados diversos problemas. O evento contou com a presença do vice-presidente da CUT, Paulo Rocha (Paulinho),  além de uma comissão do CMH, composta pelo diretor de saúde, Dr. Giovani; a assistente Social, Edilene, e a enfermeira Simone (representando o Sindicato dos Servidores Civis). E ainda: o Cel. Ailton (Chefe do DGA) e integrantes da SAD.

 

Segundo Dr. Giovani, o CMH hoje tem 75 mil usuários. A meta é criar um grupo de trabalho igualitário com a participação de técnicos da Secretaria de Administração e representantes do CMH, DGA e entidades representativas de classe. Uma nova reunião deve acontecer no dia 22 de julho, já com o grupo de trabalho definido.  

 

Assuntos abordados:

- Volta dos militares qualificados na área de saúde

- Criação de um quadro de funcionários

- Investimentos em recursos humanos com a contratação de mais médicos

- O aumento no repasse do Governo (o atual não está suprindo a demanda)

- A volta do credenciamento e atendimento através de redes conveniadas

- A co0mpra de equipamentos hospitalares: tomografia, mamografia e etc...

- Ampliação das policlínicas de Caruaru e Petrolina

EM RESPEITO À TROPA ASPRA – PE VAI ÀS RUAS E ALERTA: DIVIDIR NÃO É BOM PRA NINGUÉM
09/07/2015 14:51

A Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA-PE) decidiu refletir sobre o movimento realizado na tarde da quarta-feira (08.07) e manifestar a sua opinião hoje (09.07) com mais tranquilidade. A entidade, mais uma vez, cumpriu o seu papel: não pregamos a desunião e, por isso, a diretoria decidiu participar do ato, principalmente, em respeito aos policiais e bombeiros militares.

Não importa quem está liderando o movimento. Todos nós lutamos pela mesma causa. Pouco mais de 200 pessoas participaram da caminhada e passamos o nosso recado.  Juntos somos fortes e ficamos com muito orgulho dos PMs e BMs que enfrentaram o sol quente da tarde, caminhando pelas ruas do Recife.

A ASPRA-PE vem, ao longo dos anos, mostrando o seu compromisso com a tropa e não tem ficado calada. Mandamos ofícios, cobrando as reuniões e as retomadas das negociações. Com isso, houve o lançamento oficial do Fórum Permanente de Negociações pois significa que as portas estão abertas para o diálogo. No entanto, precisamos mostrar nossa força e por isso também fomos às ruas.

Fazemos a nossa parte, sem querer a divisão das associações. Dividir não é bom pra ninguém. Esperamos contar com o apoio de todos. Ativos, inativos, antigos e novinhos. Se o aumento sair para um, sai para todos. Pedimos a tropa para que não abandonem as suas entidades. A nossa luta continua. Novos movimentos devem vir. Outras reuniões vão acontecer. O importante é ter consciência de que somos uma família, as associações existem para os PMs e BMs e não podemos desistir dos nossos sonhos.

Fórum dos PMs e BMs é inaugurado mas ainda não falam em aumento salarial
08/07/2015 00:13

Aconteceu na tarde desta terça-feira (07.07), a segunda rodada de negociações com integrantes do Governo do Estado. Foi inaugurado, oficialmente, o Fórum Permanente de Debates dos Recursos Humanos da PM e do CBM. O presidente da Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA - PE), José Roberto Vieira, e o diretor Subtenente Ricardo Lima são membros titulares do fórum. No dia 22 de julho, haverá uma nova reunião para traçar os primeiros passos das atividades do fórum.

José Roberto lembrou os guardas patrimoniais e a necessidade de implantação de etapa de alimentação. Para ele, o fórum é importante pois, até o momento, apenas os servidores civis eram contemplados. “Estamos atentos pois até o ainda não falam em aumento salarial, focando a discussão apenas em plano de cargos e carreiras. Mas as promoções contemplam apenas uma parte da tropa. São mais de 30 mil homens e mulheres, ativos e inativos com salários defasados há anos”, questiona o presidente da ASPRA - PE.

Segundo ele, por enquanto o que ficou mesmo acertado é que as reuniões do fórum serão bimestrais, mas até lá e preciso criar um plano de trabalho. O ideal é um prazo de dez dias para que tenhamos nosso roteiro. O sargento Ricardo sugeriu que ouvissem militares que haviam criado um modelo interessante de novo Código Disciplinar. Para o Deputado Joel da Harpa tem algumas demandas que são prioridades como o plano de cargos e carreiras, além das demandas judiciais. Parece que a legislação é fraca, pois tem muita brecha e a outra é a questão salarial.

Rua Jornalista Paulo Bittencourt , 31 - Salas 101 e 102 - Derby - Recife/PE - Tel.: (81) 3221.0374 / 3314.0374

© 2017 por EvertonCardoso 81 98766.2515

ACESSE ASPRA-PE NAS MÍDIAS SOCIAIS

Rua Engenheiro Walmir Bezerra, 745 - Centro – Petrolina/PE - Tel.: (87) 3031.8185